AGKN Advogados

Instituto Prof. Assis Gonçalves, novo capítulo no estudo do Direito Empresarial brasileiro

O Direito Empresarial e Cooperativo ganha um novo rumo neste mês de agosto com a criação do Instituto Prof. Assis Gonçalves de Direito Empresarial e Cooperativo. O professor Alfredo de Assis Gonçalves Neto é referência nacional em Direito Empresarial e o instituto, que leva o seu nome, consolida os estudos que ele sempre conduziu.

Nas palavras de Luiz Daniel Haj Mussi, presidente do instituto, dentre os objetivos da entidade está manter aceso o debate sobre temas relevantes e atuais do Direito Empresarial e Cooperativo. “Nossa ideia é realizar palestras, seminários, encontros e reuniões abertas para discutir novas diretrizes, projetos de leis e outros temas relevantes”, afirma Haj Mussi. Em seu discurso, o advogado ressaltou a importância que Assis Gonçalves tem no Direito Empresarial e Cooperativo. “Ter aula com o professor Assis na graduação foi uma das grandes sortes que tive na vida”, afirmou. “Espero que o instituto se mantenha por longos anos. É uma honra e uma alegria ser seu primeiro presidente”. Haj Mussi também agradeceu a presença do professor Erasmo Valladão Azevedo e Novaes França, da Universidade de São Paulo (USP), que veio prestigiar o evento. A advogada Raquel Gapski, vice-presidente da entidade, parabenizou a equipe do escritório pela criação do Instituto Prof. Assis Gonçalves. “Ele relutou, mas aceitou a homenagem”, disse. Raquel agradeceu também a todos os que aceitaram tomar parte como associados fundadores. “Foi muito satisfatório ver o entusiasmo de cada com o convite. Isso nos deu a certeza de que criar o Instituto era a coisa certa a fazer”, afirmou Raquel. “É um prestígio fazer parte desse momento histórico. Sou sua fã, professor Alfredo Assis”, disse, dirigindo-se ao advogado.

Coube ao  Carlos Eduardo Manfredini Hapner, um dos associados fundadores, fazer a saudação ao homenageado, professor Assis Gonçalves. “Agradeço a honra ao colegiado fraterno aqui presente, que fará uso da disciplina jurídica para pavimentar o caminho nesta árdua quadra pela qual passa o país”, disse. Hapner lembrou os principais pontos do vasto currículo de Assis Gonçalves como professor na Universidade Federal do Paraná (UFPR), presidente da Seccional paranaense da Ordem dos Advogados do Brasil, presidente do Instituto dos Advogados do Paraná e detentor da medalha Vieira Netto. O advogado também relembrou os ensinamentos dele recebidos nos bancos da UFPR. “A sensação é de que o Direito Comercial frutificou no Paraná graças ao incentivo constante dos professores Rubens Requião e Alfredo Assis”, afirmou Hapner. “Parabéns ao professor Alfredo Assis e à comunidade de comercialistas que chama para si uma tarefa que contribui para um país melhor”, disse.

“Se alguém merece a honraria, é ele”, afirmou Valladão, que veio a Curitiba especialmente para o lançamento. O professor paulista garantiu que, se o Instituto Prof. Assis Gonçalves for levado com a pertinácia que o patrono leva as suas tarefas, esse escopo será de grande importância. Para Guilherme Kloss Neto, sócio do escritório Assis Gonçalves Kloss Neto e associado fundador, ainda que o escritório realize eventos frequentemente, o instituto é um ambiente diferente. “Acredito que teremos a oportunidade de sediar grandes eventos no futuro para o desenvolvimento do estudo do direito comercial, empresarial e cooperativo.

“Receber homenagem à nossa pessoa é como levar uma surra”, afirmou o professor Alfredo de Assis Gonçalves Neto, relembrando Mário Quintana. “Ficamos sem condição de reagir”, completou. “Estou profundamente grato e emocionado com a presença do professor Erasmo Valladão”, disse. De acordo com o professor Assis, o instituto foi criado a partir da necessidade de explorar o novo. “A ideia é ‘mostrar a cara’ para discutir temas do Direito Comercial que estão no dia a dia, sem que haja uma legislação que nos indique o caminho. Queremos um ambiente onde se discuta a novidade, mas com base jurídica.”

São sócios fundadores: Alfredo de Assis Gonçalves Neto, Ana Paula Andrade Ramos Rodrigues, Carlos Eduardo Manfredini Hapner, Carlos Eduardo Cardoso Derenne, Carlos Joaquim de Oliveira Franco, Carol Fedalto, Dante Cracogna, Deolinda Aparício Meira, Edson Isfer, Eduardo Oliveira Agustinho, Emanuelle Urbano Maffioletti, Erasmo Valladão Novaes França, Flávio Augusto Dumont Prado, Giovani Ribeiro Rodrigues Alves, Gisele Bolonhez Kucek, Guilherme Broto Follador, Guilherme Kloss Neto, Guilherme Setoguti Julio Pereira, Gustavo Saad Diniz, Gustavo Teixeira Villatore, Henrique da Silveira Andreazza, Isabel Gemma Fajardo Garcia, Isabella Gonçalves Glublin, João Carlos de Almeida, Luis Felipe Spinelli, Luiz Daniel Haj Mussi, Marina Luiza Amari, Micheli Mayumi Iwasaki, Nelson Couto de Rezende Junior, Paulo Sérgio Nied, Raquel Cristina das Neves Gapski, Rodrigo Xavier Leonardo, Rosana Jardim Riella Pedrão, Sabrina Maria Fadel Becue, Sandro Mansur Gibran, Tarcísio Araújo Kroetz e Winicius Rubele Valenza.